terça-feira, 23 de julho de 2013

O complicado oposto complementar.

Ele tem o dom de me irritar,
Tem o dom de me fazer bem
E o dom de fazer os dois juntos.

Ele que tem as opiniões na maioria das vezes diferente da minha
Faz birra,
Sorri quando falo sério,
Deixa minha paciência por um fio,
Mas sabe, apesar de tudo, não vivo sem ele.

Ele que muitas vezes não me entende,
Que muitas vezes eu não entendo,

Ele que me faz feliz com pequenas frases,
Ele que me deixa tão frágil a ponto de chorar com uma canção,
(Que eu mesma canto)

Ele que me defende com unhas e dentes,
Que me protege,
Que cuida de mim, mesmo longe,
Que sempre se importa,

Ele que finge ter ciúmes,
Que sabe que eu tenho ciúmes,

Que me faz me sentir boba,
Que me faz me sentir viva.

Eu o amo, eu o quero, eu o preciso,

Pois ninguém nunca me fez me sentir tão vulnerável e tão viva,
Eu não sou mais a inabalável,
As coisas agora, me fazem sim, rir e chorar,

Agora posso sentir que bate em mim um coração de carne,
Tum tum, estou viva, tum tum, ele me faz sentir assim,
Tum tum, isso é por ele, tum tum... Tum tum...

Meu grande e complicado oposto, perfeito complemento de mim ♥



 Por: Aline Santana Para: Gutenberg Carlos

3 comentários:

  1. Ei, acabei de te indicar pro Versatile Blog Awards!
    Olha aí: http://blogagirlsbestfriend.blogspot.com.br

    Participe!
    Beeijo.

    ResponderExcluir